quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Adaptação com amor na creche

Justificativa:
        
Tanto para as crianças quanto para os pais a adaptação da criança à Creche é um período muitas vezes sofrido e traumático, por isso merece um trabalho especial voltado para torná-lo mais agradável e saudável para todos os envolvidos inclusive os educadores.

Objetivos:

  • Possibilitar à criança o reconhecimento da instituição como um espaço aberto ao seu desenvolvimento integral, complementando e ampliando seus conhecimentos já trazidos de casa.
  •  Estabelecer relação de confiança recíproca entre educadores, crianças e famílias.
  • Receber as crianças com atenção, afeto e cuidado.
  •  Acolher com atividades planejadas priorizando o lúdico e os momentos de interação. Amenizar a ansiedade e a dor da separação da criança com a mãe ou responsável.
  •  Estabelecer vínculo afetivo entre o educador e a criança.   
  • Cuidar e educar com respeito e afeto nos primeiros contatos da criança ao ingressar ou regressar à creche.
DESENVOLVIMENTO:


Atividades que proporcionam  o desenvolvimento das diversas formas de linguagem como cantar, dançar, imitar, balbuciar, desenhar, pintar, dentre outras;
Atividades que auxiliam no desenvolvimento psicomotor como engatinhar, arrastar, correr, rolar, pular, rasgar, amassar, subir, descer, andar em linha reta, empurrar algo.
Atividades que instiguem a imaginação e a criatividade: faz-de-conta, reconto de histórias, mímica e brincadeiras livres.
SUGESTÃO DE OUTRAS ATIVIDADES:
Apresentação das dependências da escola, bem como de seus colaboradores e suas respectivas funções; A apresentação das dependências da escola deve acontecer de forma natural, através dos momentos de alimentação no banho, no pátio, no contato com os funcionários e demais crianças da Creche.
Roda de música:

 Dançar ao som de CD's;

• Imitação;
• Momento de leitura;
• Roda de conversa;
• Momento da higiene;
• Chamada "Quem veio à escola hoje";
• Como está o tempo?
• Que dia é hoje?
• Brincadeiras dirigidas.
• Bolinhas de crepom;

• Dança das cadeiras;
• Pega-pega (correr, parar);
• Rasgar papel;
• Pular;
• Rolar;
• Espreguiçar.
Imaginação e criatividade
• Brincadeira livre;
• Brinquedos de encaixe;
• Dramatização;
• Leituras;
• Brincadeiras de casinha;
• Mímica;
• DVD.

AVALIAÇÃO:
Feita com observação, participação, adaptação de cada criança, individualmente e coletivamente.

CULMINÂNCIA:

Confecção cartão para as mães e construção de mural coletivo para apresentação no espaço do projeto.

Projeto aproveitado  de Jéssica Alice em Educação a base de tudo.

Nenhum comentário:

Campanhas...

Não à erotização infantil!
Nâo à erotização infantil ! Pedofilia é crime !Pedofilia é crime !

PROCURA-SE

A AMAI gostaria de desenvolver um trabalho com a comunidade de Santa Maria ensinando as crianças, jovens e quem mais esteja interessado, de produção de GRAFITE, caso você saiba grafitar e tenha interesse em fazer um trabalho VOLUNTÁRIO com nossa equipe, entre em contato conosco, estamos aguardando. Estamos em Brasília nas Segundas feira a partir de 19:00hs as 20:30hs na Paróquia Nossa Senhora Consolata e em Santa Maria aos Domingos a partir de 14:00hs esperamos por você!