segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Para ler e refletir...

A Criança e a TV



Televisão





A Federação de Pais de Colégios Particulares e Públicos do Chile, elaborou um excelente documento sobre como a família pode tirar melhor proveito do uso da televisão. São 27 conselhos que seguidos pelas famílias resultarão em grandes benefícios. Devido a limitação de espaço, resumimos aqui os referidos conselhos.
1- Os filhos devem ser ensinados pelos pais tanto a ver programas televisivos gratificantes e enriquecedores, como a não ver aqueles que os possam degradar na sua dignidade humana.
2- Temos de ensinar aos filhos que não se deve ''ver televisão'', mas sim ver programas de televisão.
3- Para criar um critério de seleção, devemos evitar estar presos à televisão quando não estamos vendo um determinado programa.
4- Uma boa maneira de pôr em prática as idéias anteriores é não ter à mão o controle remoto, dado que isto é contrario ao critério de seleção que devemos criar nos nossos filhos.
5- Os nossos filhos não devem ter um aparelho de televisão no seu quarto. Este costume incentiva o isolamento.
6- É conveniente ter um horário pré-estabelecido para ver programas de televisão.
7- Não use a televisão como uma '' babá eletrônica'', dado que ela não cuida verdadeiramente dos nossos filhos.
8- A capacidade de imitação que as crianças têm deve ser orientada para o conhecimento de personalidades reais e exemplares (por exemplo: esportistas, heróis da nossa história, etc.), e não para ''heróis imaginários'' e inexistentes.
9- Culpar à televisão é uma saída fácil. Os pais não devem abdicar da luta para que em casa se veja boa televisão, tendo sempre presente que nos pertence a nós o dever e a responsabilidade de formar os nossos filhos.
10- Se for possível, é muito conveniente que os pais vejam televisão com os filhos.
11- Devemos preferir que os nossos filhos vejam programas que têm a ver com o revelar de valores familiares.
12- Não é conveniente que a criança veja um programa que a iluda, tanto com a cumplicidade dos pais como às escondidas deles.
13- Qualquer programa que inclua erotismo, sexualidade, violência, maldade, promiscuidade, delinqüência, racismo, etc., não é apto para crianças e para a própria família.
14- Há que ter presente que os filhos devem aprender os valores morais antes de mais nada no domínio da família e no convívio com os outros, e não com os personagens e ações da televisão.
15-Os pais de família devem fazer esforços para procurar alternativas à televisão: desporto, visitas a museus e parques naturais, etc.
16 - A "cultura da imagem'' deve chegar às crianças por outros meios que não seja exclusivamente a televisão, quer dizer por fotografias, exposições, mapas, leitura, etc.
17 - Nós, pais, devemos fazer o necessário para que os programas sejam analisados e discutidos em reuniões de família, por exemplo às refeições.
18-As famílias podem criar uma coleção de vídeos com filmes e documentários de interesse para as crianças.
19-Os anúncios comerciais podem ser tão perigosos como os maus programas de televisão. Os pais devem estar muito atentos para que a televisão não torne os seus filhos pessoas superficiais ou consumidores de tudo o que se anuncia.
20- Ver ou não ver televisão não deve constituir para as crianças uma questão de prêmio ou castigo.
21 - Os pais de família devem iniciar os seus filhos, segundo a sua idade e desenvolvimento, numa prudente e positiva educação sexual, na qual se evite que uma imagem distorcida da mulher e do sexo lhes seja transmitida, pouco a pouco, por meio da televisão.
22 - Nós, pais de família, devemos lutar para que qualquer programa de televisão infantil, realizado sem ética, sem respeito pelos valores e pelos direitos das crianças, seja qualificado como um delito pela legislação nacional.
23 - Não devemos deixar que os nossos filhos vejam televisão-lixo.
24 - Nós, pais de família, devemos organizar-nos para exigir uma boa televisão, em horários infantis.
25-Perante uma programação infantil com baixa, discutível e reprovada qualidade, os pais têm o legítimo direito de pôr em marcha uma crítica construtiva.
26-Os pais de família e educadores devem fazer compreender aos seus filhos que a televisão não é imprescindível nem é o único meio para ocuparem o seu tempo livre.
27-O exemplo é uma terapia eficaz. Se os pais vêem muita televisão, e televisão de má qualidade, com que critério vão evitar que os seus filhos vejam os programas que são negativos para eles?

Um comentário:

A Creche Espírita Ponto de Luz disse...

Nosso trabalho está começando a tomar forma, já dá para divulgar, vá em frente e boa sorte!!!
Lini

Campanhas...

Não à erotização infantil!
Nâo à erotização infantil ! Pedofilia é crime !Pedofilia é crime !

PROCURA-SE

A AMAI gostaria de desenvolver um trabalho com a comunidade de Santa Maria ensinando as crianças, jovens e quem mais esteja interessado, de produção de GRAFITE, caso você saiba grafitar e tenha interesse em fazer um trabalho VOLUNTÁRIO com nossa equipe, entre em contato conosco, estamos aguardando. Estamos em Brasília nas Segundas feira a partir de 19:00hs as 20:30hs na Paróquia Nossa Senhora Consolata e em Santa Maria aos Domingos a partir de 14:00hs esperamos por você!